XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

DESENVOLVIMENTO INFANTIL: COMO ESTIMULAR LINGUAGEM, COGNIÇAO, SOCIALIZAÇAO, AUTOCUIDADOS E AREA MOTORA?

Resumo

O objetivo do estágio foi estimular as áreas de linguagem, cognição, socialização, autocuidados e desenvolvimento motor em ambiente domiciliar, em contexto de isolamento social (covid-19). Os 34 alunos estagiários reuniram-se em duplas, e interviram com 17 crianças de 0 a 6 anos. O procedimento constituiu de leitura prévia do Inventário Portage Operacionalizado (IPO), videomodelação e aplicação do IPO, observação da criança e aplicação do IPO por videochamada ou em ambiente domiciliar (quando residiam em conjunto), planejamento de duas intervenções para estimular áreas com dificuldades com produção de vídeo, e aplicação das intervenções. Os estagiários realizaram a videomodelação, a aplicação do IPO, o planejamento das intervenções em 100% das atividades. Os estagiários obtiveram adesão e engajamento dos participantes em 100% na observação das crianças e aplicação do IPO, e realizaram a aplicação da intervenção com 76,5% das crianças. Dentre as dificuldades na aplicação das intervenções encontram-se a ausência de disponibilidade dos responsáveis para a videochamada, a criança brincar correndo e não participar da intervenção proposta para a sua estimulação, e a dificuldade de manter a motivação da criança para brincar por videochamada. O resultado sugere a investigação do refinamento das estratégias de planejamento e aplicação das intervenções para estimulação de crianças pequenas em domicílio e contexto de covid-19.

Palavras chave

estimulação infantil, inventário portage operacionalizado, ambiente domiciliar, covid-19.

Minicurrículo do proponente

Psicóloga pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Mestre e doutora em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É professora do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF).

Perfil do público alvo

Alunos e profissionais que desejam atuar com a estimulação do desenvolvimento infantil.

População envolvida

Crianças de 0 a 6 anos.

Área

Educação

Instituições

UDF Centro Universitário - Distrito Federal - Brasil

Autores

LEYLANNE MARTINS RIBEIRO DE SOUZA