XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

UM POR TODOS E TODOS POR UM: PROGRAMA DE TELEATENDIMENTO VOLUNTARIO A PROFISSIONAIS DE SAUDE DURANTE A PANDEMIA DA COVID19

Resumo

A COVID-19 gerou uma emergência em saúde pública. É dever fundamental do psicólogo prestar serviços profissionais em situações de calamidade pública ou de emergência. Isso deve ocorrer em atividades para as quais o psicólogo esteja capacitado pessoal, teórica e tecnicamente e tenha a integridade física garantida. Objetiva-se apresentar um relato de experiência do planejamento e execução de um programa de teleatendimento voluntário a profissionais de saúde durante a pandemia da COVID-19. Um fluxo, embasado no código de ética do psicólogo e orientações técnicas do CFP, foi elaborado e então executado. O programa seguiu duas direções: uma para os psicólogos voluntários e outra para profissionais de saúde. A seleção de psicólogos voluntários foi feita a partir de um cadastro no GoogleForms, preenchido pelo interessado. Realizou-se contato com o possível voluntário que, para iniciar os atendimentos foi orientado a enviar, via e-mail, comprovação do registro profissional e do cadastro no e-Psi e o TCLE assinado. Ainda, o link para uma pasta no GoogleDrive, com materiais técnico-científicos de apoio para o atendimento foi disponibilizado. Os profissionais de saúde solicitaram atendimento em um cadastro no GoogleForms. Os voluntários com disponibilidade de horário compatível ao do profissional de saúde receberam os dados dos interessados e então, após o contato, retornavam sobre o status do atendimento e encerrava-se o fluxo do serviço. O cadastro para atender voluntariamente foi preenchido por 130 psicólogos, sendo que 53 foram selecionados e 25 realizaram atendimentos. Foram atendidos 71 profissionais de saúde. O programa de voluntariado é um modelo para estruturar o trabalho voluntário do psicólogo em uma emergência, uma vez que garante qualidade ética e técnica. Uma avaliação dos psicólogos voluntários sobre o programa é planejada com objetivo de implementar mudanças ao modelo.

Palavras Chave

COVID 19, primeiros socorros psicológicos, psicologia da saúde, gestão em saúde, análise do comportamento

Minicurrículo do proponente

Mestranda em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná, Especialista em Clínica Analítico-Comportamental pela Universidade Positivo, graduada em Psicologia pela FACEL. Possui formação em Terapias Contextuais ACT e FAP e Acompanhamento Terapêutico pelo Instituto Continuum; Cursos na área da Dependência Química pela UFSC, UNIFESP e USP.
Desde 2016 atua como psicoterapeuta analítico-comportamental com experiência em atendimento a adultos, dependentes de substâncias psicoativas e dependência tecnológica. Atualmente, dedica-se ao trabalho clínico, grupo de estudos, supervisões colaborativas e desenvolve estudos voltados para os temas dependência tecnológica, supervisão na clínica analítico-comportamental, questões sociais e saúde, investindo continuamente em desenvolvimento pessoal e profissional.

População envolvida

Outra/Adultos - Profissionais de saúde

Perfil do público alvo

Intermediário: Dirigido preferencialmente a profissionais, estudantes ou pesquisadores com domínio prévio dos conhecimentos básicos em psicologia da saúde.

Área

Saúde

Autores

CAMILA ANDREATTA DE OLIVEIRA, MARISA RICHARTZ, GIORGIA BRASSAC KNIGGENDORF, VITÓRIA BALDISSERA DE SOUZA, MARCELA DE OLIVEIRA ORTOLAN