XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

UMA POSSIBILIDADE DE COMPREENSÃO FUNCIONAL DA ORIENTAÇAO SEXUAL

Resumo

Este trabalho apresenta uma interpretação funcional da orientação sexual. No decorrer da história orientações sexuais diferentes da heterossexual foram criminalizadas e patologizadas. Apesar dos impactos na atuação de profissionais da psicologia e relevância social, orientação sexual ainda é um tema com poucas produções em Análise do Comportamento. Em uma compreensão behaviorista radical, todo comportamento é funcional. Já as classificações de psicopatologia são produto da cultura, modificando-se no decorrer do tempo. A orientação sexual em uma perspectiva funcional pode ser subdivida em três elementos: desejo, comportamento, identidade. Cada um desses elementos pode ser compreendido como um produto de nível de seleção distintos. O desejo é produto do nível de seleção filogenético, pois diz de uma necessidade sexual e/ou afetiva; o comportamento é produto do nível ontogenético, ou seja a forma como a privação será atendida, essa função pode ser atendida com topografias diversas as quais são selecionadas através de processos das contingências sociais dispostas nos contextos dos sujeitos; a identidade é o produto do nível cultural, diz respeito ao modo como o sujeito significa sua experiência. Assim, o termo orientação sexual é caracterizado por amplos e complexos padrões comportamentais que distinguem-se entre si.

Palavras Chave

Orientação sexual; behaviorismo radical; homossexualidade; heterossexualidade; bissexualidade.

Minicurrículo do proponente

Graduado em Psicologia com ênfase em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, foi bolsista de Iniciação Científica (PROBIC-FAPEMIG), com estudos nas áreas de sexualidade e Teoria das Representações Sociais. Especialista em Saúde Mental pelo Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental do Adulto, na Escola Superior de Ciências da Saúde. Atua como psicólogo clínico.

População envolvida

lésbicas, gays, bissexuais e heterossexuais.

Perfil do público alvo

Psicólogos.

Área

Análises conceituais, históricas e filosóficas

Autores

EDUARDO BORGES CARMO, ELY OLIVEIRA ATAIDE JUNIOR