XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

EXPERIÊNCIA DOS PAIS COMO APLICADORES NOS ATENDIMENTOS DE TERAPIA ABA ONLINE DURANTE A QUARENTENA DA COVID19

Resumo

Intervenções em Análise do Comportamento Aplicada (ABA) para o tratamento do Transtorno do Espectro Autista (TEA) implementadas pelos pais/cuidadores se destacam pela eficácia no desenvolvimento dos repertórios comportamentais deficitários e na redução de excessos comportamentais. A atuação parental tornou-se ainda mais necessária no cenário pandêmico da COVID19, que demandou por distanciamento social. As intervenções antes executadas presencialmente por terapeutas precisaram ser realizadas à distância. Para que os atendimentos remotos fossem possíveis, os familiares receberam treinamento, instruções e modelos dos terapeutas, via tele atendimento para atuarem como aplicadores dos programas de ensino. A continuidade da terapia nesse formato foi necessária para reduzir possíveis danos à interrupção da intervenção presencial. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a eficácia dos procedimentos adotados durante os atendimentos na modalidade online. Para isso um questionário com 25 questões foi entregue aos pais para que avaliassem o processo de intervenção ABA aplicada pelos próprios cuidadores durante os meses mais severos de isolamento social, bem como os resultados obtidos. De 153 famílias que receberam o questionário, 46 responderam. Identificou-se que: 1) 39,1% dos participantes avaliaram a intervenção na modalidade online como muito eficaz para manter o repertório comportamental da criança, enquanto 41,3% reconheceram a eficácia para o desenvolvimento de novas habilidades; 2) 41,3% apontaram para a melhora na qualidade da interação com a criança. Os dados obtidos corroboraram as pesquisas apresentadas no Manual Evidence-Based Practices for Children, Youth, and Young Adults with Autism Spectrum Disorder (2020), que demonstraram a eficácia das intervenções realizadas pelos pais/cuidadores. Os resultados desta investigação apontam à relevância de pesquisas que contemplem a validação social via questionários dos procedimentos de intervenção implementados.

Palavras chave

TEA; Terapia ABA; Treino Parental; covid19; Validação Social

Minicurrículo do proponente

Psicólogo - Graduado em Psicologia pelo Centro Universitário Leão Sampaio (UNILEÃO/ Juazeiro do Norte-CE).
Tem experiência em Acompanhamento Terapêutico e Intervenção ABA com pessoas com desenvolvimento atípico. Atua com atendimento domiciliar, mediação escolar e treino de habilidades sociais pelo Núcleo de Intervenção Comportamental na cidade de Recife/PE.

Perfil do público alvo

Introdutório/Intermediário

População envolvida

Desenvolvimento Atípico - família

Área

Transtorno do Espectro do Autismo

Autores

GABRIEL BARBOSA FILGUEIRAS CALLOU, ANA LUIZA COSTA RONCATI