XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

INTERVENÇAO PSICOTERAPEUTICA EM GRUPO COM PACIENTES COM DOR CRONICA

Resumo

Dor é definida como sensação desagradável e subjetiva e quando se torna contínua ou intermitente por 3 meses ou mais, são definidas como dor crônica. Este diagnóstico promove redução da qualidade de vida, aumento de contextos aversivos e sintomas de estresse, assim como repertórios de esquiva experiencial e isolamento social. Intervenções psicológicas em grupo possibilitam o aumento do repertório de aceitação, autocuidado e de escolhas mais valorosas em sua rotina através de intervenções de psicoeducação, modelagem e identificação de contingências.Objetivo deste trabalho de iniciação científica é avaliar a eficácia de um grupo psicoterapêutico para pacientes com dor crônica com base da Terapia de Aceitação e Compromisso.Método O grupo ‘Onde é que dói?’, ocorreu semanalmente, em oito encontros de uma hora e meia de duração. Participaram seis pacientes com dor crônica, sendo 1 homem e 5 mulheres, com idade de 38 a 65 anos. Para avaliar a eficácia da intervenção realizou-se um delineamento experimental ABA, com coleta de dados quantitativos e qualitativos em dois momentos: entrevista inicial e final. Nos encontros foram aplicados os seguintes instrumentos: Termo de Consentimento Livre e Esclarecido(TCLE), entrevista semiestruturada, Questionário McGill de dor, Escala analógica visual(EVA), Escala Hospitalar Ansiedade e Depressão(HAD). Resultados/Discussão Observou-se que todos os participantes, após os encontros do grupo, relataram: identificação dos contextos que geram o aumento do estresse e da sensação da dor crônica, discriminação das atividades e contextos que os auxiliam ou não o manejo da dor; aumento de repertório de autoconhecimento da sua história de vida e da experiência de dor; assim como instalação de novos repertórios de autocuidado e interação social, baseada nos seus valores. Ressalta-se a importância de uma ambiente acolhedor e não punitivo, com possibilidades de troca sociais, como promotor de melhor qualidade de vida a pacientes com dor crônica.

Palavras chave

Dor crônica; Intervenções psicoterapêuticas; grupo; Terapias Contextuais.

Minicurrículo do proponente

Graduanda em Psicologia pelo FAE Centro Universitário.

Perfil do público alvo

Tecnologia de intervencao com pacientes de dor crônica.

População envolvida

Adulto com dor crônica, grupo

Área

Saúde

Instituições

FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO - Paraná - Brasil

Autores

KESIANE MARIA SILVINO RODRIGUES, LETICIA CRISTINA POLAKOWSKI, INAE BENCHAYA