XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

FLEXIBILIDADE PSICOLOGICA COMO ALTERNATIVA NA ATUAÇAO EM CONTEXTOS DE EMERGENCIA E DESASTRE

Resumo

Este estudo objetivou realizar uma revisão sistemática sobre as relações entre a Psicologia na Gestão de Riscos e desastres e o conceito de Flexibilidade Psicológica, que Harris (2009) define como a habilidade de estar no momento presente, consciente e aberto para a experiência, e agindo guiado por seus valores. Conforme a Comissão Nacional de Psicologia na Gestão Integral de Riscos e de Desastres a Psicologia deve se vincular a estratégias como redução de riscos em situações de epidemias e desastres, desenvolvimento de planos de saúde mental e atenção psicossocial e em serviços de proteção e promoção de apoio. (Conselho Federal de Psicologia, 2016). Os termos “psicologia” e “desastre” foram buscados na base IndexPsi, 3 artigos foram selecionados e elencou-se as ações apontadas como o papel do psicólogo no campo das emergências. Em prevenção envolviam 1) promoção da percepção do risco, 2) fortalecimento e preparação para enfrentamento, 3) planejamento de ações durante o desastre; e no pós-desastre 4) intervenções com objetivo de reações saudáveis frente aos eventos e 5) compreensão das relações das pessoas com o espaço. (Trindade & Serpa, 2013; Alves, Lacerda & Legal, 2012; Melo & Santos, 2011). Essas ações envolvem claramente aceitação, contato com o momento presente e ações comprometidas, parte dos processos presentes no Hexaflex da Flexibilidade Psicológica (Wilson; Strosahl & Hayes, 2012). Entretanto, os demais processos também estão relacionados as ações. O indivíduo precisa ser capaz de identificar que seus pensamentos são apenas pensamentos, e separá-los das contingências que estão realmente em vigor, como trata o processo de desfusão. Podemos destacar a importância do Self como contexto, processo no qual o indivíduo precisa perceber que apesar das mudanças, há um “eu” que está lá por toda a vida as percebendo. Por fim, os valores guiarão o indivíduo ao que realmente é importante pra ele, permitindo um enfrentamento adaptado e congruente com seus valores.

Palavras Chave

psicologia-das-emergências; flexibilidade-psicológica; hexaflex-da-flexibilidade-psicológica.

Minicurrículo do proponente

Alice dos Santos Dutra
Graduanda em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), membra do Centro de Psicologia Contextual (CePsiCo).

População envolvida

Não se aplica.

Perfil do público alvo

Introdutório.

Área

Intervenção Clínica Extra Consultório

Autores

Alice dos Santos Dutra, Paulo Gomes de Sousa-Filho