XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CARACTERIZAÇAO DOS COMPORTAMENTOS DE PSICOLOGOS QUE ATUAM NA MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE INTERNAÇAO

Resumo

No Estatuto da Criança e do Adolescente (1990) são previstas medidas socioeducativas aos adolescentes em conflito com a lei. A política pública de socioeducação é uma proposta de educação para adolescentes que cumprem diferentes tipos de medida com objetivo de desenvolver o indivíduo nos âmbitos pessoal e social. A socioeducação é composta por práticas heterogêneas de carácter pedagógico, protetivo e garantidor de direitos. Foi objetivo identificar e derivar as classes de comportamentos profissionais de psicólogos que atuam na socioeducação. Para tanto, foi elaborado um procedimento que consiste em selecionar trechos que correspondem a classes de estímulos antecedentes, classes de respostas e classes de estímulos consequentes a partir de uma fonte não comportamental e, então, foram realizadas sete etapas para derivação e proposição de classes de comportamentos-objetivo profissionais. Como fonte de informação, foi utilizada a “Referências técnicas para atuação de psicólogos no âmbito das medidas socioeducativas em unidades de internação” (2010), um documento oficial que orienta a prática profissional. Como resultado, foram derivados 36 trechos contendo 131 verbos. Destes, 91 foram considerados inadequados por não indicarem a relação a ser estabelecida com o meio, sendo 34 verbos pouco precisos, 17 metafóricos, 17 com ênfase na atividade meio, 15 com foco em atividade encoberta e oito em negação. Após os procedimentos de análise, resultaram 102 classes de comportamentos, renomeadas de modo a adequar a relação comportamental. A derivação dos comportamentos profissionais é importante para orientar as práticas profissionais, considerando que se torna mais o claro o que é necessário produzir no contexto profissional com classes mais precisas de comportamentos profissionais.

Palavras chave

comportamento-objetivo; comportamentos profissionais; socioeducação, adolescentes em conflito com a lei, medida socioeducativa de internação.

Minicurrículo do proponente

Bruno Falleiro Heller: Graduando em Psicologia pela Universidade Positivo, cursando atualmente o terceiro semestre. Participa do Programa de Iniciação Científica e atua como assistente de coleta de pesquisa experimental na área de Análise do Comportamento.

Renata Teixeira Parapinski: Possui graduação em Psicologia pela Universidade Positivo (2019). Atualmente é mestranda do Programa de Pós-graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atua como Assistente de Business Intelligence na Comportamento Psicologia do Trabalho. Tem experiência na área de Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: adolescentes em conflito com a lei, Programação de Contingências para Desenvolvimento de Comportamento e Análise do Comportamento.

Fernanda Bordignon Luiz: Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010) e em História (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2015). Mestre em Psicologia na área de organizações, trabalho e aprendizagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2013). Atuou como coordenadora regional de projeto social de formação profissional básica de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa no Estado do Paraná. Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Experimental do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo e docente do curso de Psicologia da Universidade Positivo, onde coordena o projeto Guiar: grupo de estudos e intervenção com adolescentes em conflito com a lei. Tem experiência em programação de contingências para desenvolvimento de comportamentos, Análise do Comportamento em organizações e adolescentes em conflito com a lei.

Perfil do público alvo

Interessados em caracterização de comportamentos profissionais; caracterização de comportamentos-objetivo; avaliação de comportamentos-objetivo; área social e organizacional; repertório inicial.

População envolvida

Caracterização de comportamentos profissionais de psicólogos que atuam na medida socioeducativa de internação.

Área

OBM / Organização e trabalho

Instituições

Universidade Federal do Paraná - Paraná - Brasil, Universidade Positivo - Paraná - Brasil

Autores

BRUNO FALLEIRO HELLER, RENATA TEIXEIRA PARAPINSKI, FERNANDA BORDIGNON LUIZ