XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

A PERSONALIDADE SOB A ÓTICA ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL

Resumo

A psicologia sempre buscou definir em seus campos o que é a personalidade humana. Por meio de perspectivas internalistas surgem as denominadas teorias da personalidade. Entretanto, a personalidade pode ser abordada a partir de uma perspectiva behaviorista radical. Dessa maneira, o objetivo deste trabalho é apresentar a visão behaviorista radical sobre a personalidade. Skinner afirma que elementos relativos à personalidade estão ligados as condições de aprendizagem do comportamento, devendo-se considerar a história filogenética, ontogenética e cultural dos indivíduos. A forma singular como se aprende é cercada por relações funcionais ligadas a consequências reforçadoras ou punitivas. Um adolescente que se importe com a aprovação dos pais, quando recebe elogios por sempre dar sua opinião sobre os diversos assuntos em diferentes contextos terá a probabilidade de repetir esses comportamentos que resultaram nesses elogios. Em termos internalistas de personalidade poderíamos dizer que essa pessoa é “extrovertida”. Já uma pessoa que ao se apresentar diante de outras pessoas recebe comentários negativos e ofensivos, pode apresentar uma diminuição na probabilidade de repetir esse tipo de comportamento em contextos semelhantes. Esse indivíduo pode ser visto como alguém que tem uma personalidade “introvertida”, segundo uma visão internalista. De acordo com Skinner “Um eu, ou uma personalidade é, na melhor das hipóteses, um repertório de comportamento partilhado por um conjunto organizado de contingências”. Desta forma, diferente das abordagens tradicionais que consideram a personalidade como uma entidade que tem por intuito sintetizar a história individual, a análise do comportamento a entende como um conjunto de comportamentos pluralmente aprendidos ao longo da vida dos indivíduos. Portanto, rejeita-se nessa perspectiva a ideia de que a personalidade é causadora do comportamento. Ela é de fato, fruto dele

Palavras Chave

personalidade, behaviorismo radical, análise do comportamento

Minicurrículo do proponente

Bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), mestrando em Epidemiologia pela mesma instituição. Atualmente é colaborador do Laboratório de Ciências do Comportamento (LACICO) - UFPel

População envolvida

Não se aplica

Perfil do público alvo

Estudantes e profissionais de Psicologia e áreas afins

Área

Análises conceituais, históricas e filosóficas

Instituições

Universidade Federal de Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

Lucas Gonçalves de-Oliveira, Luíse Machado Silva Zanette Oliveira, Luiza Teixeira Natale, Cid Pinheiro Farias, Erica Pereira Martins Pagani, Jandilson Avelino Silva