XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Autocontrole e prevenção em meio à COVID-19: Análise de Macrocontigencias

Resumo

Autocontrole é uma resposta que ocorre quando um conjunto de contingências conflitantes produzem consequências de maior magnitude, mas com atraso. Quando relacionado ao grupo, fala-se em Autocontrole Ético, pois as consequências desse comportamento são favoráveis à cultura e à sobrevivência do grupo. Na Pandemia do COVID-19, o ambiente demanda respostas de autocontrole para prevenção da saúde, com consequências ao ambiente coletivo, criadas pelo efeito cumulativo das respostas. Logo, cabe o estudo da relação dos macrocomportamentos e a produção de consequências favoráveis para o grupo a longo prazo. O trabalho realiza uma discussão acerca das respostas de usar máscara e de isolamento social referentes à prevenção em meio a pandemia de COVID-19, no Brasil. Analisamos tais comportamentos a partir dos três níveis de seleção e apontamos quais variáveis no ambiente podem estar  selecionando-os e/ou extinguido-os e as consequências advindas disso, com um estudo exploratório de literaturas da área, coletadas nas plataformas Scielo e Google Acadêmico. Para o primeiro nível de seleção, destaca-se a sensibilidade de cada organismo ao valor reforçador de um evento; no segundo nível, as contingências que selecionam tais comportamentos; e no terceiro nível, observam-se esquemas de reforçamento concorrentes para comportamentos autocontrolados e impulsivos. Variáveis do ambiente, como multas estabelecidas pelo Estado, punem a não emissão dos comportamentos alvo e reforçam o seu seguimento, pelo monitoramento e seguimento de regras e autorregras. As práticas culturais de instalação/manutenção do histórico de autocontrole dos membros do grupo, tornam a variável “ficar em casa” reforçadora para comportamento de isolamento social. Assim, as variáveis do meio reforçam a manutenção dos comportamentos alvo e o seguimento de regras devem se manter, devido às consequências de alta magnitude para o grupo, ainda que existam contingências conflitantes em vigor.

Palavras Chave

análise do comportamento; autocontrole; COVID-19;

Minicurrículo do proponente

Discente do sétimo semestre do curso de Psicologia pela UFPA. Foi voluntária na Escola Experimental de Primatas em 2017. Atualmente é bolsista de iniciação científica (PIBIC) no Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento (NTPC) na área de Análise do Comportamento Experimental e realiza atendimento de crianças autistas pela Link Soluções Comportamentais, clínica especializada, desde Dezembro/2018.

População envolvida

Geral

Perfil do público alvo

Profissionais e estudante com interesse em análise do Comportamento

Área

Análises conceituais, históricas e filosóficas

Autores

Ana Caroline dos Santos Rocha, Larissa Magale de Aguiar, Beatriz Santiago Ramos, Ivy Cesar de Oliveira Nunes, Sabryna Laís Tavares de Lima