XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CULTURA E GENERO: REFLEXAO ANALITICO-COMPORTAMENTAL DAS LIDERANÇAS FEMININAS NO COMBATE A COVID-19

Resumo

Práticas culturais contribuíram para que os comportamentos de homens e mulheres fossem selecionados de forma diferenciada, conforme o gênero. Na política, reforçou-se a presença de homens em quadros de liderança. Todavia, foi notório o êxito das lideranças femininas em seus países no combate à pandemia do coronavírus. Nisso, pretende-se refletir sobre a atuação das líderes da Nova Zelândia, Alemanha, Islândia e Taiwan no combate à Covid-19 a partir da definição skinneriana de cultura e dos debates sobre estereótipos de gênero. Realizou-se uma pesquisa assistemática por notícias publicadas entre março e maio de 2020 em portais como UOL, G1, BBC Brasil e El País. Consideraram-se aquelas que tinham como foco discutir as políticas adotadas pelas líderes dos países supracitados, destacando seus resultados positivos no combate à Covid-19. Pesquisou-se ainda o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) do dia 31 de maio de 2020, que relatava o número de casos e de mortes nestes países. É possível que os comportamentos das líderes de Estado tenham sido modelados conforme os padrões comportamentais atribuídos ao gênero feminino, como é o caso do comportamento de cuidar. Assim, as líderes não tardaram em reconhecer o perigo, em alertar a população e em adotar medidas rígidas de enfrentamento, a saber, fechamento de fronteiras e isolamento social (Alemanha/Nova Zelândia), testagem em massa (Islândia/Taiwan), criação de sistema amplo de rastreamento de casos (Islândia). Considerando as diferenças culturais de gênero, espera-se que o homem líder de Estado possa controlar comportamentos. Assumir que a Covid-19 é uma dificuldade remete à expressão de emoções como medo, que é tido como característica da feminilidade. Nisso, ele é mais propenso à punição social do que a mulher líder de Estado que assume publicamente a gravidade da pandemia. A partir destes apontamentos, espera-se que este trabalho fomente discussões sobre diferença de gênero na Análise do Comportamento.

Palavras Chave

Cultura, Gênero, Covid-19, Coronavírus

Minicurrículo do proponente

Maria Cecília Bonfim
Graduanda em Psicologia - Universidade Federal do Ceará (Campus Fortaleza), Membro do grupo de pesquisa "Culturantes: Ciência, comportamento e Sociedade", Membro da Liga de Neurologia e Psiquiatria Infantil da Universidade Federal do Ceará (LINEPI-UFC).

População envolvida

Não se aplica

Perfil do público alvo

Introdutório: estudantes e profissionais.

Área

Cultura

Autores

Maria Cecília Bonfim dos Santos, Ingrid Gomes Guimarães