XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

REVISAO SISTEMATICA: CORRELAÇOES ENTRE ATENÇAO COMPARTILHADA E LINGUAGEM NO TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO

Resumo

Atrasos na linguagem são normalmente observados em indivíduos com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A linguagem receptiva, ou comportamento de ouvinte, consiste na emissão de uma resposta não-verbal sob controle de um estímulo verbal (por exemplo, seguir uma instrução). Em contrapartida, a linguagem expressiva ou comportamento de falante refere-se a uma resposta verbal sob controle de variáveis ambientais, como estímulos verbais ou não-verbais ou operações motivacionais. O presente trabalho teve como objetivo verificar na literatura artigos que investiguem a influência da atenção compartilhada na linguagem em indivíduos com TEA. Para a revisão sistemática da literatura foi utilizada a recomendação PRISMA (Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises). As bases de dados utilizadas foram: Portal de Periódicos CAPES, Journal Autism Research e Journal of Autism and Developmental Disorders. A busca foi atemporal com os descritores autism e join attention e o operador booleano AND. Os critérios de inclusão foram: ser artigos revisados por pares, a pesquisa deveria constar crianças com TEA, os artigos deveriam conter as palavras joint attention, joint engagement, share attention, shared intentionality, share social attention e autism no título ou no resumo do artigo. Critérios de exclusão foram: artigos de revisão de literatura e trabalhos de teses e dissertações. Foram recuperados 3.352 artigos, 112 atendiam aos critérios de inclusão e foram lidos na íntegra e 13 atendiam ao objetivo do trabalho. Destes, 11 encontram relação entre atenção compartilhada (iniciar ou responder atenção compartilhada ou ambos) e linguagem (expressiva, receptiva ou ambas), sugerindo que a atenção compartilhada pode ser um preditor relevante para linguagem que pode, portanto, contribuir como indicativo para diagnostico de TEA e intervenção precoce.

Palavras chave

Transtorno do Espectro do Autismo, atenção compartilhada, linguagem, revisão sistemática, PRISMA.

Minicurrículo do proponente

Doutoranda em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos, com o projeto de pesquisa intitulado: "RELAÇÃO ENTRE ATENÇÃO COMPARTILHADA E OPERANTES VERBAIS EM CRIANÇAS COM AUTISMO", sob orientação do Prof. Dr. Nassim Chamel Elias e com auxílio da agência de fomento CNPQ. Pós-graduanda em Análise do Comportamento Aplicada ao Autismo, pelo Laboratório de Aprendizagem Humana, Multimídia Interativa e Ensino Informatizado da Universidade Federal de São Carlos (2019). Mestrado em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de São Carlos (2017), com o projeto de pesquisa intitulado: "CORRELAÇÃO ENTRE OS RESULTADOS DE AVALIAÇÕES NEUROPSICOLÓGICAS E O DESEMPENHO EM DISCRIMINAÇÃO CONDICIONAL COM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO", sob orientação do Prof. Dr. Nassim Chamel Elias e com auxílio da agência de fomento CAPES. Graduação em Psicologia pela Universidade de Franca (2012), especialização em Neuropsicologia pela Divisão de Psicologia HC/USP - SP (2014) e Reabilitação Neuropsicológica pelo Centro de Estudos de Neurologia "Prof. Antônio Branco Lefèvre"- Instituto Central do Hospital das Clínicas - FMUSP - SP (2016).

Perfil do público alvo

Estudantes e profissionais interessados em pesquisas sobre o Transtorno do Espectro do Autismo, atenção compartilhada e linguagem.

População envolvida

Indivíduos diagnosticados com Transtorno do Espectro do Autismo.

Área

Transtorno do Espectro do Autismo

Autores

SABRINA DAVID OLIVEIRA, NASSIM CHAMEL ELIAS