XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

UM EXAME ESPECULATIVO DOS EFEITOS A CURTO E LONGO PRAZO DE CURSOS RAPIDOS DE FORMAÇAO EM PROPOSTAS PSICOTERAPICAS DE TERCEIRA ONDA

Resumo

OBJETIVO. O presente trabalho, de natureza teórico especulativa, visa analisar as vantagens e desvantagens, a curto e longo prazo, do uso dos middle level terms na formação de psicoterapeutas. O uso de Middle Level Terms MLT não é um problema classificado como mentalista desde que possa ser “traduzido” em Low Level Terms (LLT) e seja utilizado no contexto de atuação profissional, e não no contexto científico e acadêmico. Uma justificativa para a utilização de MLT é o de facilitar a disseminação da proposta psicoterápica. Esse uso na formação de novos profissionais, em contexto acadêmico, muitas vezes não emprega o devido espaço para o desenvolvimento do repertório de tradução de MLT para LLT. RESULTADOS. Analisando as vantagens e desvantagens de MLT para disseminação da proposta psicoterápicas traz dois benefícios, de curto prazo: (a) de facilitar o entendimento da proposta profissional em um tempo menor, visto que não se gastaria tempo ensinando os LLT e as relações entre MLT e LLT; (b) consequentemente, aumentar a taxa de disseminação da proposta psicoterápica. Esse tipo de formação pode ser classificada como tecnicista, uma vez que as articulações entre a prática, a ciência e a filosofia não são articuladas, em detrimento de uma formação de terapeuta/cientista, defendida por uma parcela dos analistas do comportamento. Essa opção pode a longo prazo trazer alguns prejuízos: (a) enfraquecimento das ciências bases que dão sustentação ao trabalho prático; (b) potencial de formar novas gerações cada vez mais distantes dos pressupostos filosóficos e da base científica da atuação, abrindo uma brecha para se mesclarem os significados técnicos (advindos dos LLT) com os vernaculares presentes nos MLT, e, assim, promovendo uma possível descaracterização da ciência e um possível mentalismo; (c) enrijecimento da proposta psicoterápica, uma vez que a ciência base não é incentivada e fica restrita a pequenos grupos de pesquisa, perdendo variabilidade na produção de conhecimento.

Palavras chave

formação psicoterápica; middle level terms; efeitos a curto e longo prazo; terapias de terceira onda; teniccismo.

Minicurrículo do proponente

Doutorando em Análise do Comportamento na PUC-SP; professor efetivo da UFMS (campus de Paranaíba)

Perfil do público alvo

Avançado.

População envolvida

Não se aplica.

Área

Intervenção Clínica no Consultório

Instituições

PUC-SP - São Paulo - Brasil, UFMS (CAMPUS PARANAÍBA) - Mato Grosso do Sul - Brasil

Autores

VINICIUS SANTOS FERREIRA