XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANARQUISMO E ANALISE DO COMPORTAMENTO: POSSIVEIS INTERLOCUÇOES

Resumo

A Análise do Comportamento tem se relacionado com campos de estudos revolucionários desde a segunda metade do século passado. Uma importante expressão destas relações são os artigos publicados na revista Behavior and Social Action, com trabalhos majoritariamente de interlocução com o marxismo. Mesmo com o fim do periódico, estudos neste sentido continuaram, porém ficaram mais espaçados no tempo. Na última década, em especial no Brasil, a elaboração de trabalhos com estes diálogos apresentou um novo campo para ser explorado, o anarquismo. A presenta iniciação científica objetivou realizar uma revisão bibliográfica de diálogo entre comportamentalismo radical e anarquismo. Desta forma, foi feita uma busca por trabalhos científicos que abarcasse o tema proposto. Depois os textos foram analisados em três eixos diferentes: 1) a concepção de comportamentalismo; 2) a concepção de anarquismo; 3) tipo de relação entre as posições filosóficas. Ao todo foram encontradas quatro obras que atendessem os requisitos. Todos estudos demonstraram coerência interna e entre si da concepção da Análise do Comportamento, podendo ser enquadradas filosoficamente como behavioristas radicais. Na concepção de anarquismo também ocorre coesão entre as obras, todas consideram o anarquismo enquanto um campo abrangente, com diferentes embasamentos filosóficos, científicos e éticos, mas com alguns elementos em comum. A relação estabelecida entre as áreas se aproxima nas obras, todas apresentam um possível diálogo e concordância entre as duas perspectivas, sendo uma mais enfática com possíveis divergências. Duas obras estabelecem a interlocução através de conceitos específicos e as outras duas em uma leitura mais geral de ambas as áreas. Foi possível observar que os trabalhos revisados demonstraram concordância teórica entre si, vislumbram diálogo entre os campos de conhecimentos, expõem também alguns limites desta interlocução. Nenhum deles se mostra conclusivos ou buscam esgotar esta interação.

Palavras chave

anarquismo; interlocução; diálogo; teoria revolucionária.

Minicurrículo do proponente

Graduando em Psicologia pela Universidade Federal de Jataí, atualmente em uma iniciação cientifica e com duas já completadas. Tem interesse na interface Analise do Comportamento e ciências sociais.

Perfil do público alvo

Intermediário

População envolvida

Não se aplica

Área

Análises conceituais, históricas e filosóficas

Instituições

Universidade Federal de Jataí - Goiás - Brasil

Autores

LUIZ HENRIQUE SILVA OLIVEIRA, MARCELO BORGES HENRIQUES