XXIX Encontro Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental 2020

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

CONSTRUÇAO DE INSTRUMENTO PARA MENSURAR REPERTORIO ESTATISTICO BASEADO EM COMPORTAMENTOS-OBJETIVO

Resumo

A Estatística é uma disciplina de importância fundamental para atividades científicas, profissionais e, inclusive, para a vida em sociedade. Não obstante, existe pouca clareza na literatura sobre quais comportamentos-objetivo devem compor a capacitação de psicólogos em relação a Estatística e, consequentemente, como mensurar se os estudantes adquiriram ao final de uma disciplina ou da graduação o repertório de que precisam. O objetivo deste estudo, de natureza exploratória, foi propor comportamentos-objetivo que deveriam compor a formação de psicólogos em Estatística e construir um instrumento para avaliar repertório nessa disciplina. A identificação de comportamentos foi feita a partir da consulta a um capítulo de livro que descreve a estatística básica para uso em testes psicológicos. Essa escolha foi realizada porque uma das principais aplicações da Estatística em Psicologia, além de pesquisas, é na Psicometria e na leitura de manuais de testes. Para a identificação dos comportamentos, foram destacados os trechos do texto que faziam referência a ações que o psicólogo deveria apresentar em relação a estímulos da Estatística (e.g., calcular desvio-padrão). Em seguida esses comportamentos foram decompostos com base na questão sobre o que o aprendiz precisaria estar apto a fazer para apresentar cada comportamento. Foram propostas 84 classes de comportamentos-objetivo. Elas foram, então, organizadas em quatro classes gerais de comportamento: definir conceito de medida, definir conceito de estatística a partir da sua função, conceituar recursos estatísticos elementares para a psicometria e calcular recursos estatísticos elementares para a psicometria. A partir dos comportamentos identificados, foram elaborados 82 itens de verdadeiro ou falso. Estudos futuros deverão aperfeiçoar o método de proposição de comportamentos-objetivo, ajustar o instrumento aos novos achados e, finalmente, investigar as evidências psicométricas do instrumento proposto.

Palavras chave

Análise do Comportamento; Programação de Condições para o Desenvolvimento de Comportamentos; Estatística; Psicometria

Minicurrículo do proponente

Gardenya da Silva Felix-Possui licenciatura e bacharelado em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba e especialização em Saúde Mental no Trabalho e Novas Tecnologias na Educação, ambas pela UNIARA. Atualmente é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação na UFRR. Atua profissionalmente como Analista Administrativo na área Psicologia no Tribunal de Contas do Estado de Roraima. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Organizacional e em Educação Corporativa.

Marcelo Henrique Oliveira Henklain - Graduado em Psicologia (com honra ao mérito) e especialista em RH pela UEL. Mestre e Doutor em Psicologia pela UFSCar. Microsoft Office Specialist Excel 2010. Personal and Professional Coach pela SBC. Gerenciou o departamento de RH da Advise Brasil (2013-2015) e fez parte do conselho administrativo dessa empresa. Desde 2015 é Professor Adjunto efetivo do curso de Psicologia da UFRR e colaborador do INCT-ECCE. Desenvolve pesquisas sobre aplicações da Análise do Comportamento à Educação e às Organizações.

Perfil do público alvo

Intermediário-Dirigido preferencialmente para profissionais, estudantes ou pesquisadores na área de Psicologia, Estatística e Educação.

População envolvida

Adultos- graduandos em Psicologia

Área

Educação

Autores

GARDENYA SILVA FELIX, MARCELO HENRIQUE OLIVEIRA HENKLAIN